O MELHOR CONTEÚDO DA REGIÃO!

É AQUI QUE VOCÊ FICA SABENDO DE TUDO.

"A Tribuna", o jornal mais representativo e de maior circulação da nossa região, atualmente um dos 7 jornais, em atividade, mais antigos do País, foi criado pelo maranhense Olímpio Lima, em 26 de março de 1894, com o nome de "A Tribuna do Povo". Em sua primeira fase, instalado numa velha casa da Rua Visconde de São Leopoldo, circulava duas vezes por semana e se sustentava com a venda avulsa. Dois anos depois, era um jornal diário, cuja sede foi transferida para o prédio 99 da Rua do Rosário (atual Rua João Pessoa). Em 1907, com a morte de seu diretor, Olímpio Lima, o jornal foi adquirido pelo cearense Manuel Nascimento Júnior. Em 1912, já rebatizada de A Tribuna, o jornal era produzido mecanicamente pela rotativa Albert e em linotipos (equipamento de composição automática) era o início do processo de modernização permanente do jornal. Em prédio próprio, situado na Rua General Câmara, 90, A Tribuna estava equipada com máquinas de composição automática e a rotativa Man, comprada para produzir um jornal de 40 páginas. Neste período, Giusfredo Santini atuava como superintendente da empresa. Nascimento Jr. administrou A Tribuna durante 50 anos. Com seu falecimento, em 29 de maio de 1959, a direção do jornal passou para as Mãos de Giusfredo Santini, e seu filho, Roberto Mário Santini assumiu como superintendente, função que exerceu até novembro de 1990. Com a mote de Giusfredo Santini, em 20 de novembro de 1990, Roberto Mario Santini tornou-se presidente do Grupo A Tribuna, permanecendo no cargo até o seu falecimento, em 2 de janeiro de 2007, Época em que a empresa era um complexo de comunicação.